Carta de Vendas em Vídeo: Multiplique Suas Conversões na Internet

Em uma pesquisa feito pelo HubSpot 90% dos consumidores disseram que vídeos de vendas foram decisivos para que eles efetuassem suas compras online.

Esse fato por si só já mostra a importância que pode ter uma carta de vendas.

Esse tipo de vídeo serve para mostrar todos os detalhes de determinado produto, mas principalmente para convencer as pessoas a realizarem a compra.

Um número como esse mostra que, se o seu objetivo é fazer vendas pela internet, você precisa ter um bom vídeo de vendas —  que também chamado de carta de vendas em vídeo ou VSL (vídeo sales letter).

Quando falo em um bom vídeo de vendas, não me refiro à qualidade de som ou de imagens. Esses são fatores importantes, mas menos relevantes que o roteiro.

Todo vídeo de vendas precisa ser pensando, organizado e esquematizado através de um roteiro — também chamada de copy.

Esse texto poderá ser falado por você ou por um narrador e contará com elementos persuasivos e técnicas de copywriting para gerar muitas vendas.

Uma boa carta de vendas é aquilo que, basicamente, qualquer negócio online precisa.

A partir do momento que você tem um vídeo de vendas que converte, de um jeito ou de outro, o seu negócio vai dar lucro, afinal, você só precisa levar tráfego, e as vendas se realizarão. 

Mantenha as Pessoas Vidradas na Sua Carta de Vendas 

Aqui temos uma lógica simples: quanto mais pessoas assistirem a sua oferta, maiores são as chances de você fazer uma venda.

E, para isso uma carta de vendas em vídeo é muito poderosa.

Você poderia simplesmente criar uma página de vendas com todas as informações sobre o seu produto.

Só que, nesse caso, você corre o risco de que muitos apenas olhem para a sua página e saiam.

Isso dificilmente vai acontecer com um vídeo. Ainda mais que esse vídeo tem as palavras e frases certas para chamar atenção do seu público alvo, afinal de contas…

Uma carta de Vendas Conecta

O primeiro passo para você vender algo a alguém é fazer essa pessoa gostar de você.

Lembre-se: as decisões dos seres humanos são basicamente emocionais.

Ou seja, não basta ter um grande produto e mostrar racionalmente a sua oportunidade.

É preciso mexer e criar emoções, sentimentos e sensações.

Como copywriter o meu trabalho é justamente esse: através de um texto persuasivo fazer as pessoas tomarem a decisão de comprar o seu produto.

Tenha uma Excelente Máquina de Conversões

Muita gente pode achar complexo demais criar um infoproduto ou fazer vendas na internet, mas quando você tem a oferta certa para o público certo, tudo fica mais fácil.

O processo, a partir de então, é muito simples. Se você tiver um uma página  com uma carta de vendas que tenha uma taxa de conversão de 1%, tudo o que você precisa fazer é levar 100 pessoas para aquela página e você terá feito uma venda.

Só que você pode levar muito mais que 100 pessoas diariamente, e sua taxa de conversão pode ser muito maior.

Logo, o seu potencial lucrativo é simplesmente enorme.

Clique aqui para contratar a produção do roteiro do seu vídeo de vendas

Como é Estruturada uma Carta de Vendas?

Diversos copywriters possuem estruturas diferentes na hora de escrever uma carta de vendas.

Com a minha experiência com copy acabei usando o que cada um desses modelos tinha de melhor para criar o roteiro de vídeo de vendas perfeito.

Atualmente nas cartas de vendas que escrevo costumo seguir um roteiro com 23 passos detalhados para criar um texto muito persuasivo.

Não teria como mostrar cada um deles aqui e, por isso, vou resumir o meu modelo de carta de vendas em 4 passos:

  • Promessa.
  • História.
  • Solução do problema.
  • Oferta.

A Promessa da Carta de Vendas

Se você disser para uma criança que você vai levá-la a um parque de diversões, é bem provável que ela só pense nisso durante um bom tempo, e fique imaginando como será divertido esse passeio.

Nesse caso, você fez uma promessa e criou antecipação na mente dela. Assim também funciona com o início de uma carta de vendas.

A grande maioria das cartas de vendas começam com uma promessa. Essa não é uma regra, mas não deixa de ser um bom caminho a ser seguido.

A promessa é uma ferramenta muito poderosa para prender a atenção das pessoas.

Imagine que você está acima do peso e ouve que tem um jeito de emagrecer sem dietas e ir para a academia.

É natural que você queira ouvir mais sobre isso, e passe a imaginar como seria vida com alguns quilos a menos.

A promessa é uma das chaves para prender a atenção de qualquer pessoa porque cria antecipação e curiosidade.

A História: O Ponto de Conexão do Vídeo de Vendas

Depois que é feita a promessa, é preciso mostrar para aquela pessoa quem é você, e por que você está prometendo aquilo.

Até então é bem provável que você seja um completo desconhecido para quem está vendo o vídeo, e isso não é nada bom, pois conforme dito anteriormente, as pessoas compram de quem gostam e confiam.

Esse é o momento ideal para mostrar que você é igual ao seu prospecto e sofria dos mesmos dilemas. Isso é importante, pois as pessoas normalmente gostam de seus semelhantes.

Através de estratégias de storytelling vamos contar uma história capaz de prender a atenção das pessoas e, mais do que isso, uma história que vai gerar conexão, ou seja, que fará o cliente potencial se sentir próximo a você.

Essa história pode ser um relato seu ou pode ser um personagem criado para engajar com o público alvo.

 A Solução: A Preparação Para o Produto

No começo do vídeo você fez uma promessa de que poderia resolver um problema do seu prospecto. Depois contou a história de como foi que chegou a tal resultado.

Agora, está na hora de mostrar que solução é essa e por que ela funciona.

Por exemplo, se você prometeu perda de peso sem exercícios e dietas, você agora pode apresentar a fórmula do suplemento que te fez perder peso.

É importante nesse momento mostrar provas de que aquilo que você está falando faz sentido.

Para isso você pode mostrar depoimentos e também estudos ou provas científicas que comprovam a veracidade do que você vende.

É nesse momento em que tudo se encaixa e quem está assistindo passa a ansiar por aquilo que você vai vender daqui a pouco, ou seja, eles ainda nem sabem que você tem um produto para vender, mas já querem comprar.

Depois disso, é hora de apresentar o seu produto, ou melhor, a sua oferta.

A Oferta: O Momento da Conversão

Agora é chegada a minha parte favorita dentro de uma carta de vendas: a oferta. Esse é o momento em que você vai mostrar o seu produto e vai convidar quem está assistindo a comprar o que você está vendendo.

É nesse momento que você vai apresentar os bônus, a garantia, a forma de pagamento, e vai convencer quem está te assistindo a clicar no botão de compra.

Na oferta é que são feitas as chamadas para ação, que é quando você chama diretamente o espectador a concluir a compra.

Seria como se eu dissesse para você agora: “Clique no botão abaixo para contratar a sua carta de vendas e aumentar seus lucros online”.

Esse é um resumo da estrutura de uma carta de vendas. 

 Qual o Tamanho da Carta de Vendas?

Depende. Gosto de trabalhar com vídeos de vendas de 10 a 25 minutos e com carta de vendas com até 2 mil palavras.

Cada copywriter vai ter uma preferência.

O valor do produto, do público alvo e outras variáveis interferem no tamanho da sua carta de vendas. 

O importante é que ela será longa o suficiente para se tornar persuasiva, mas também curta o suficiente para não se tornar chata e entediante.

Qual a Taxa de Conversão que Posso Conseguir?

Esse dado também depende de muitos aspectos. Um produto de valor maior terá uma taxa de conversão menor, mas por outro lado, pode ser mais lucrativo.

Depende de inúmeros aspectos a taxa de conversão da sua carta de vendas, mas o importante é: o ROI sempre ficar positivo.

Resumindo..

Uma carta de vendas é aquilo que pode determinar o seu sucesso ou não na internet.

Talvez você já tenha uma carta de vendas, mas queira melhorar o seu retorno sobre o investimento.

Talvez você já tenha uma carta de vendas que converta bem, mas pense bem: tudo que já está bom pode ser melhorado e estou aqui para isso.

E, bom, pode ser que você ainda esteja criando o seu produto para vendê-lo na internet. De qualquer forma, uma boa carta de vendas pode mudar completamente os resultados do seu negócio.

E, a base de uma boa carta vendas, está na copy.

Sobre isso, eu tenho um convite para você. Eu reuni todo o meu conhecimento em copywriting em um livro: O Poder Do Copywriting.

Nele, eu mostro todos os segredos para realizar venda através de uma oferta irresistível, gatilhos mentais, quebra de objeções, e outros elementos chaves da escrita persuasiva.

Também vou revelar estruturas campeãs de vendas, e exemplos reais de textos milionários e até bilionários.

Para conhecer todos os detalhes do Poder do Copywriting, que está disponível na Amazon, é só clicar no botão abaixo.

SIM! QUERO APRENDER TUDO SOBRE COPY

 

 

 

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!